Release
  “Os insatisfeitos” é uma comédia de costumes que mostra as dificuldades dos homens contemporâneos em definir um sentido para a sua existência e demonstra que os modelos de felicidade apresentados pela mídia podem se transformar em armadilhas.

  Com muito bom humor, a peça mostra a vida de seis casais que estão às voltas com problemas que tem a cara do nosso tempo.

  Na 1ª esquete, Beto e Ana vêm enfrentando dificuldades. Na véspera de completar 40 anos, Beto está passando por uma crise de identidade. Infeliz com os efeitos da idade em seu corpo, ele não mede esforços para rejuvenescer. Cremes faciais, massagens, ginástica localizada, stepping, musculação e tudo mais que for preciso para recuperar a velha forma. Ana está irrequieta porque, por causa da sua obsessão pela aparência, Beto não tem mais tempo para ela, nem para os filhos. Para piorar, o remédio que evita a queda de cabelos acabou com a libido dele. Depois de ver fracassada mais uma tentativa de sedução, ela dá um ultimato: ou ela ou o remédio. Ele tenta fazê-la mudar de idéia mas não consegue. Agora, ele vai ter que escolher...

  Na 2ª esquete, Caroline está ansiosa porque precisa definir o estilo da festa que vai marcar a sua reentrada na sociedade. Nesta festa tudo tem que estar impecável e por isso ela vai estrear um novo look, que foi cuidadosamente planejado para valorizar as suas novas próteses de silicone. A dificuldade em definir o estilo levam Caroline e seu marido Teotônio à loucura. Aos poucos vai ficando claro que a obsessão dela pela fama gera um estado de desequilíbrio que acaba com a paz e a felicidade do casal.

  Na 3ª esquete, Laura e Zé Mauro acabam de voltar do cinema. Ela não suporta mais a incapacidade de Zé Mauro de controlar a sua libido. Depois de passar por sucessivos escândalos, nos mais variados locais, ela se questiona se vale a pena manter o casamento. Ele reconhece as suas fraquezas, mas pede que ela lembre dos bons momentos. O casal acaba relembrando as suas peripécias sexuais e tem dificuldade em definir qual foi o seu maior vexame.

  Na 4ª esquete, Flora está eufórica. Depois de passar anos lutando contra a balança, ela conheceu Horácio, que é um homem bonito, que cozinha bem e adora uma gordinha. O casal está vivendo momentos maravilhosos curtindo os prazeres da cama e da mesa. A felicidade é tanta que ela não se importa com os seus muitos quilinhos a mais. Tudo ia bem, até que ela atende a ligação de uma amiga da época da faculdade de fisioterapia, pedindo para passar um final de semana em sua casa, para poder participar de um workshop de pilates. Este reencontro com o seu passado leva Flora a rejeitar o novo estilo de vida e a voltar à dieta espartana.

  Na 5ª esquete, Marisa e Celso André estão tentando encontrar novas maneiras de relaxar para poderem se livrar da dependência dos calmantes e do cigarro. Após sucessivos fracassos, Marisa pede desesperadamente para tomar o calmante. Celso André tenta impedir, mas a partir desta discussão eles percebem as dificuldades de encontrar equilíbrio numa vida que é movida pelo consumo e pela necessidade de conseguir dinheiro para pagar as suas dívidas.

  Na 6ª esquete, Silvia está às voltas com as manias, as perseguições e os esquecimentos de seu marido Vicente. A todo momento ele enxerga nas atitudes dela uma tentativa de provocação. Mesmo as tarefas mais fáceis, como encontrar o jornal, se transformam em verdadeiras batalhas. Com muita paciência e algum sofrimento, ela vai convivendo com as dificuldades do marido, numa prova de que o amor e o respeito são a base para a construção de uma relação sólida.

Elenco
Vinícius Messias e
Fernanda Neder Martinez

Ficha Técnica
Texto: Lula Braga
Direção: Lula Braga
Figurino: Ticiana Passos
Iluminação: Renato Machado
Trilha sonora: José Luiz Rinaldi
Programação visual: Bruno Bottino
Assessoria de imprensa: Lucianna Martins
Produção: Fernanda Neder Martinez, Vinícius Messias e Lula Braga
Co-Produção: Lucianna Martins Produções
Realização: Zambala Produções Culturais

Serviço
Estréia: 16 de julho
Ingresso: R$ 40,00 (quintas, sextas e domingos) e R$ 50,00 (sábados)

Temporada: de 16 de julho a 26 de setembro

Local:Teatro Cândido Mendes – Rua Joana Angélica, nº 63 – Ipanema
Tel: 2267-7295
Capacidade: 133 lugares
Datas e horários: quintas, sextas e sábados ás 21h. Domingos ás 20h.
A bilheteria funciona todos os dias das 13:00h ás 21:00h

Clube do assinante do jornal O GLOBO: 20% de desconto

Classificação indicativa: 16 anos